O Pé

O Pé
Tudo que pisamos, nos apoia.

25 de ago de 2010

OSTRACISMO EXPOSTO

Nos últimos dias, tem ouvido histórias de pessoas com bichos, pessoas com pessoas e um elo comum nas histórias é a fragilidade do carater do ser humano.
Atos compulsivos e obcecados, expõe o pior de homens e mulheres.
Em muitos casos, a frustração por casamentos arruinados ou por serem profissionais frustrados e incompetentes, acabam descontando seus arremedos sobre os outros.
Dar atenção ao inominavel e abominável, é satisfazer a doentia satisfação de mau carater de pessoas que tem por única gratificação, verem os outros se sentirem mal.
Isto, não importa se é pastor, político, presbítero ou outra pessoa.
O mau-caratismo juramentado está presente em qualquer nível.
Cão ladra, não morde...mas assusta.
Mas quem tem pitbull em casa sabe que latir não é tudo.
A competência estabelece.
O ostracismo emerge a frustração.
E gente não merece atenção.
Sobre quem eu estava escrevendo mesmo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante, mesmo que seja nada, ele pode ser tudo.