O Pé

O Pé
Tudo que pisamos, nos apoia.

10 de ago de 2010

CRACOLÂNDIA: É ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA?

Quando você ouve falar da Cracolandia ou assiste as reportagens na televisão, a dimensão do que acontece é sempre amenizada pelo distanciamento do problema.
Não resolver um problema assim é no mínimo assustador.
Uma rua de mais ou menos 1 quilômetro, uma região de 10 quarteirões cheia de viciados em crack, prostituição no centro de um das maiores cidades do mundo, é a cegueira do governo eleito.
Não fazer nada para tentar resolver o problema, é uma cumplicidade explicita para o tráfico de drogas.
Se continua a existir, é porque interessa alguém que o problema se perpetue.
Nos Estados Unidos, assistimos na televisão que a especulação imobiliária compra políticos para que certos problemas se tornem caóticos, para que as regiões desejadas fiquem desvalorizadas e possam comprar a preços baixos e depois transformar estas regiões em grandes projetos para lucrarem com a desgraça alheia.
Nada por enquanto pode ser confirmado.
Quando acontecer, o empreendimento será louvado pela população.
O esquecimento: onde a realidade se esconde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante, mesmo que seja nada, ele pode ser tudo.