O Pé

O Pé
Tudo que pisamos, nos apoia.

26 de mar de 2010

SERGIO "BLUES" BAPP

E tem gente que não gosta de blues.
Sergio Bapp toca nas ruas do Rio, há anos.
Lembro-me que a primeira vez que ouvi ele tocar no Largo da Carioca, Miltinho estava comigo.
Um oásis no meio do deserto.
Blues nunca teve um forte apelo popular, mas sempre cult.
Dias depois o Milton me deu o CD do Bapp. Cópia de computador, capa xerocada em caixinha slim preta.
A embalagem primitiva com as bases muzkais gravadas eletronicamente não impediram do guitarrista mostrar seu talento.
Na veia e nos ouvidos e na estante, o blues prevalece. Acaba sendo a raiz de quase toda a muzk moderna. Mesmo sendo Beyonce ou outra cantora.
A raiz é a mesma.
No Largo da Carioca, Praça XV, os solos do guitarrista soam e encantam as pessoas que passam.
Que na maioria das vezes não acredita que alguem esteja tocando blues no meio da rua, no Rio de Janeiro.
Aliás, fato corriqueiro nas ruas americanas.
Na cidade do samba e do funk baixaria, é possível encontrar qualidade e criatividade.
Nem tudo está perdido.
Se você tiver tempo quando ele estiver tocando pare e ouça.
Não vai causar mal nenhum, a não ser a você mesmo, que pode descobrir que existe muzk além do pagode de corno, funk baixaria e do gospel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante, mesmo que seja nada, ele pode ser tudo.