O Pé

O Pé
Tudo que pisamos, nos apoia.

12 de jun de 2009

FELIZ DIA DOS NAMORADOS:ETERNO ENQUANTO DURE.

Hoje milhões de solteiros estão se sentindo pressionados a ter namorada(o), porque os meios de comunicação e comércio não focam em outra coisa, apesar dos sete mortos no Complexo da Maré ou da invasão de traficantes na comunidade do 18, tentando expulsar milicianos, o que provocou um tiroteio de mais de duas horas.
Estava lendo o blog de uma amiga que passou por uma experiência terrível num relacionamento, onde chegou até as raias da violência, e percebi que as vezes é melhor ficar sozinho do que mal acompanhado.
Já escrevi por aqui dezenas de vezes sobre relacionamentos, sobre o equilíbrio oposto que procuramos para nossas vidas.
Aliás, quase tudo que escrevi, foi relacionado a mesma pessoa.
Grande expectativa, com frustração proporcional.
Quando era adolescente, os relacionamentos eram mais sérios que atualmente.
Hoje em dia, aventuras rápidas, ficações lideram o ranking das relações.
Não é difícil arrumar namorada.
Difícil é ter um relacionamento sério.
Tem sempre uma senhora que me conhece desde pequeno e toda vez que passa por mim diz: você tem que casar de novo. Tá muito tempo sozinho.
E completa: na igreja tem um monte de meninas solteiras querendo casar.
Pergunto quem?
Ela diz que vai me apresentar.
É meio assustador isto.
Alguns anos atrás, uma garota achou que nós éramos feitos um para o outro (não lembro se já contei esta história por aqui). Durante um certo tempo ele queria conversar comigo.
Sempre fugi. Até um bolo eu dei nela, não atendendo o celular (sendo da Claro, a desculpa foi aceita).
Um dia tive que enfrentar o exército inimigo (estava mais corpo de fuzileiros navais).
Fui me encontrar com ela.
Foram umas 4 horas de conversa, ou negação da minha parte para aquele relacionamento, que Deus tinha revelado para ela. Shopping fechando, já do lado de fora, ela vira para mim e numa tentativa desesperada diz: todo mundo pensa que eu sou santa, mas não sou não.
Depois da revelação divina de eu ser o cara certo para ela, ela a tentação diabólica para mim.
Acho que fui a última vez que falei com ela.
Ela devia ter uns 36 anos na época. Algumas mulheres quando chegam numa determinada idade, ou é divino ou maligno.
E quando Deus é colocado no meio da relação as coisas ficam mais complicadas.
Ele é o centro, e não o meio.
Muita gente acredita que possa pedir uma esposa, um marido como se fosse um carro, uma casa ou um emprego. Confundem relacionamentos com expectativas materiais.
Nem se preocupam em namorar, conhecer pessoas acreditando que Deus vai providenciar.
Nem que Deus fizesse isto, daria certo pela quantidade maior de mulheres que homens.
No último mês até passeatas para solteiros arrumarem namorada aconteceram.
Quando um casal acontecia, virava o centro da matéria.
Estatisticamente, muitas mulheres ficarão sozinhas.
Realisticamente, muitos homens ficaram solteiros para pegarem tantas mulheres.
Sexista ou machista, é a realidade.
Muitas pessoas hoje estarão deprimidas assistindo algum filme de locadora (sugiro o My Blood Valentine), comendo pipoca e chocolate.
Outras ao lado de seus pares, indo ao cinema, restaurante, passeando ao luar (se não chover), trocando juras de amor...
Que sejam eternas enquanto durem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante, mesmo que seja nada, ele pode ser tudo.