O Pé

O Pé
Tudo que pisamos, nos apoia.

27 de mai de 2009

DAR UMA SURRA NUM PEDÓFILO É CRIME?

Segunda à noite, depois de me encontrar com uma amiga, voltando a pé para casa por volta das nove horas da noite aconteceu algo que normalmente vemos a narrativa em filmes ou no Brasil Urgente do Datena.
Estava com fones no ouvido, Van Halen tocando 5150, quando a minha frente estão duas meninas.
Deviam ter uns 9 a 12 anos.
Uma estava com a malha de balé e a outra, provavelmente a irmã mais velha, vestida como qualquer menina se veste: baby look e bermuda jeans.
Saltitantes na frente.
Eu devia estar a uns 4 metros delas.
Como a educação do brasileiro é notória, tinha um carro na calçada que reduzia a passagem das pessoas a um estreito estreito de 1 metro.
No sentido contrário vinha um homem.
Calvo e o que restava de seus cabelos eram grisalhos e desgrenhados.
Media 1,60 de altura.
Possivelmente uns 48 a 50 anos.
Neste momento da passagem pelo carro, ele pára as meninas e sorridente como a falar algumas coisas para elas.
Tirei o fone dos ouvidos e me aproximei rapidamente.
Só consegui ouvir ele dizer que ela estava bonitinha com aquela roupa de balé e a dança era muito legal.
Quando me aproximei olhei nos olhos dele.
Ele sem graça desconversou, tentou falar comigo o que estava falando com as meninas.
Mas minha expressão devia ser de ira.
Já tinha cerrado o punho.
Ele pediu desculpas e apertou o passo e foi embora.
Perguntei para as meninas se elas conheciam o sujeito. Elas disseram que não.
Fale então para elas não darem papo para caras assim na rua, e se acontecesse de novo não parassem para falar com sujeitos assim.
Uma menina de 10 anos alvo de um desajustado mental só porque estava de roupa de balé.
Estou arrependido de não ter batido no sujeito.

Segue alguns links interessantes: Devassa no Orkut, Símbolos da Pedofilia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante, mesmo que seja nada, ele pode ser tudo.