O Pé

O Pé
Tudo que pisamos, nos apoia.

5 de mar de 2009

COMO VOCÊ QUER VIVER SUA VIDA?

Crises existenciais fazem parte da tragédia humana.
As crise acontecem após tragédias ou precedem a catástrofes.
A prolixidade de avaliações para tomar decisões, definir caminhos, tangenciam as crises que se estabelecem no momento das mudanças.
Ouvi o jovial e simpático pastor da minha igreja falar sobre fé, tempo e desafio.
O mais angustiante é ser desafiado, ter fé quando o tempo urge contra.
A ansiedade que normalmente temos, asfixia, como se tivéssemos síndrome do pânico.
Pressão para sermos práticos e objetivos.
O tempo pode ser facilmente suportado, até porque a percepção dele pode ser muito mais psicológica do que real.
Dependendo da situação, se torna uma lenta agonia, durante uma doença, a crise existencial ou solidão.
Letargia.
Como sempre escrevo por aqui, a gente só descobre se fez certo ou errado anos depois.
A distância temporal, permite uma certa imparcialidade do que acontece agora.
Eu agora consigo parar para pensar sobre o que decidi e escolhi a uns dois anos atrás.
Sempre assisto MTV, e um dos programas (eu acho?!!?) é Como você quer viver sua vida.
Algumas frases só tem efeito ou importância em consonância com o período atual de nossas vidas.
Eu sei como quero viver minha vida.
E depender dos outros para vivê-la, é uma droga.
Não sei como, com quem, quando vou começar esta fase da minha vida.
A vida não é complicada.
Os outros em torno de nós que a tornam assim.
Tentar entender os outros e suas escolhas é um desafio.
Vou ter que esperar uns dois anos para saber se as minhas escolhas de agora estão certas.

Um comentário:

Seu comentário é importante, mesmo que seja nada, ele pode ser tudo.