O Pé

O Pé
Tudo que pisamos, nos apoia.

20 de jan de 2009

O SUSPEITO PADRÃO DE SANTIFICAÇÃO RELIGIOSIDADE pt 2

Nem todos conseguem enxergar um palmo além de seus olhos, não conseguem levantar a cabeça e muito menos perceber o macro.
Ficam tão preocupados com seus umbigos, que suas reclamações são tão pessoais, que acabam não conseguindo superar seus traumas e por problemas individuais, espalham a discórdia.
O padrão que exigem dos outros, nem é o mesmo que apresentam ou aparentam. A incoerência não passa pela tangente.
Se a igreja é ruim, se o pastor não é um pastor de pessoas, se as pessoas não sabem nada de bíblia, é porque o ambiente é um reflexo das minhas idéias e percepções.
Nada é tão ruim quanto parece e nem tudo, é tão imutável quanto nos fazem crer.
Todos tem o líder que merecem.
Porque ele vai parecer exatamente aquilo que queremos ver.
Através do vidro canelado.
Se nada presta, é porque também não presto para mudar o que critico.
É mais fácil acusar, porque assim ninguém nota meus defeitos.
É mais conveniente reclamar do que agir.
Até porque reclamar, não obriga ninguém a conviver com a diversidade de opiniões, pensamentos e comportamentos.
Uma posição cômoda ficar em casa, disparando dardos de curare contra tudo e contra todos que não fazem parte de um seleto grupo que se cria. Um teórico da santificação religiosa, com suas práticas (!?!?) individuais da Igreja Cristo em Casa.
A teoria muitas vezes é derrubada pela prática.
A fé sem obras é morta.

Um comentário:

Seu comentário é importante, mesmo que seja nada, ele pode ser tudo.