O Pé

O Pé
Tudo que pisamos, nos apoia.

15 de dez de 2008

TUDO FAZ SENTIDO

Seria o máximo se pudessemos dizer isto.
Contraditório.
As imagens claras e sem interpretação.
Apenas uma diferente percepção do que é visto.
Talvez a gente não consiga dizer isto por causa das nossas limitações sentimentais e umbilicais.
Só queremos o melhor para nós mesmos.
Quando acontece, tudo faz sentido.
Acabamos sendo prisioneiros de nossos desejos, e a partir deles damos sentido aos nossos egoísticos desejos.
Ficamos contando cada dia nada faz sentido, em busca do sentido do abstrato.
Eu não quero transformar a minha vida num louco processo kafkaniano.
Não acredito em complôs universais que desejam a todo momento derrubar a ordem mundial.
Talvez eu comece a contar os dias para que tudo faça sentido.
É.
Egoísta e contraditório.
Os encarceirados ficam contando os dias para receberem a condicional ou a liberdade definitiva.
Eu não vou ficar olhando para o micro, quando só o macro faz sentido.
Miopia relacional da pior espécie.
Ontem, estava conversando com os amigos sobre uma conhecida que por razões umbilicais falou mal de outra garota só por que ela não conseguiu namorar o cara que ela queria, e a outra sim.
Aliás, isto foi muito bem retrado pelo Diogão em O Caleidoscopio do Amor pt3.
Acho que qualquer pessoa q ame de verdade, tem que usar a velha máxima do Sting: se você ama alguém, deixe-a livre. 
E querer aprisionar alguém debaixo dos nossos desejos, é no minimo doentio.
E também começar a contar os dias que faltam para tudo fazer sentido ou para se tornar livre é tão punitivo quanto a própria prisão.
O melhor é a terapia ocupacional.
As coisas vão acontecendo.
O tempo vai passando. 
Desde que comecei a escrever por aqui, o desejo maior era de encontrar sentido em tudo.
Ou não encontrar sentido em nada.
Nem lado A, nem lado B.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante, mesmo que seja nada, ele pode ser tudo.