O Pé

O Pé
Tudo que pisamos, nos apoia.

7 de ago de 2008

CENTRO DA VONTADE DE DEUS...

...nos últimos dias ouvi muito sobre isso, o que isto significa e suas conseqüências.
Entretanto não achei clarividência ou explicação plausível para entender esta vontade de Deus.
Talvez eu não seja louco o bastante para entender e aceitar ou até nem tenha assim uma abstração gigantesca para aceitar certas coisas.
Provavelmente eu esteja na teologia Zeca Pagodinho, deixa a vida me levar, até possivelmente acreditando que Deus nos conduz de acordo com a sua vontade.
Estou mais para o lado casuístico da vida.
Em um dos capítulos do discipulado de nome Segue-me, tinha uma frase do autor que eu não consegui de forma nenhuma aceitar ou entender.
O Espírito Santo controla tudo.
Não consegui sentir, agora na teologia do Metallica, que Deus exerce um papel de Mestre de Marionetes.
Um dos papéis do Espírito Santo dentro de nós é nos incomodar nos aspectos que erramos ou quando estamos prestes a isso.
Uma espécie de consciência espiritual.
O incomodo em relação aos meus mortos sociais, como posso resolver ou o simples desgosto gratuito por algumas pessoas.
Ouço muito em conversas com meninos, meninas, garotos, garotas em todas as faixas etárias o discurso que Deus vai providenciar a pessoa certa para estar ao seu lado. Uma espécie de metade da laranja divina que vai completar suas lacunas.
Procurei no manual dos crentes alguma referência a isso e não encontrei.
Será que quando encontrar a pessoa, estes crentes acreditam que o espirito santo se manifestará e dirá: é este!
Em contrapartida, ele também não diz que não é.
Isto tem me corroído, numa resposta que não existe, numa explicação plausível ou entendimento do inteligível.
Se controlasse tudo, eu não me preocuparia por quem me apaixonar, pois seria a pessoa certa e tudo forçosamente daria certo. Ou não teria meus mortos sociais, sendo familiares ou não.
Tem gente que diz que pergunto muitos porquês.
Esta explicação está lá atrás em WHY NOT?.
E acho também, que Deus não criou o homem para se tornar um fantoche em suas mãos.
Acreditando em tudo que ouve, fazendo tudo que se espera na esfera do politicamente correto.
Os questionamentos fazem parte do aprimoramento humano.
Eu ainda, pelo jeito, não estou mirando no centro...

Um comentário:

  1. Pois é...bem interessante suas colocações...mas sinto lhe informar que baterei ainda assim na mesma tecla.
    "O Centro da Vontade de Deus", "A pessoa certa", "A ultima metade da laranja"...
    Penso que Deus está muito preocupado com nossa felicidade, e que está muito interessado em nos abençoar em nossas escolhas...nem sempre esamos fazendo o que Ele quer para nossas vidas, entretando creio que conhece nosso coração e sabe o que de mais íntimo passa nele (não, eu não estou dizendo que somente as boas intenções vale).
    No aspecto do relacionamento, na minha opnião, existe uns pré-requisitos básicos para a escolha da "pessoa certa" (que na verdade nada mais é do que a nossa escolha, e por assim ser aquilo que nós achomos que Deus espera de nós). Mais nem tudo depende de nós mesmo! O a "outra parte da laranja" é a parte que a grande maioria das vezes vai dizer se aquela nossa decisão é a mais acertada ou não.
    Deu pra entender?
    REalmente não fui muito clara (propositalmente)...mais sei que entendeu!
    Bjim

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante, mesmo que seja nada, ele pode ser tudo.