O Pé

O Pé
Tudo que pisamos, nos apoia.

21 de jul de 2008

O PROTÓTIPO DO BOM MOCISMO JURAMENTADO

Constantemente algumas pessoas me cobram para fazer algum concurso público.
Dizem que não posso desperdiçar meu tempo.
Desperdiçar meu tempo em coisas que eu goste.
Tenho que ter uma estável condição de vida.
Um emprego público vai te dar isto, afirmam alguns.
Outros perguntam se não quero casar de novo.
E se quero, como oferecer algo duradouro e estável para sua nova esposa sem ter um emprego público?
Talvez eu não seja ambicioso o necessário.
Eu quero uma casa no campo, onde possa compor os meus rock rurais...
Não ter o protótipo da estabilidade seria como se tivesse um placa no peito para manter pessoas que desejem algo sério, longe!
Se eu seguir a risco os conselhos que recebo, vou ter que me livrar dos pitbulls.
Vou usar o terno.
Apagar as tatuagens.
Deixar o cabelo crescer.
Comprar um carro para aparentar que estou bem de vida financeiramente.
Namorar senhoras da minha idade.
Os cabelos brancos já começaram aparecer. Pelo menos na barba.
Tem gente mais nova que tem mais cabelo (e brancos) do que eu, e parece mais idoso.
Talvez tenha ficado idoso e parecendo mais velho porque talvez tenha entrado para o serviço público e tenha a estabilidade tão almejada.
Eu não quero parecer avô dos meus filhos.
Eles não se acostumam com esta idéia.
Não quero também parecer o tio Sukita.
Não quero ter idéias envelhecidas, sem saber o que está acontecendo ao meu redor.
Quando comecei a escrever no blog. minha filha mais velha me criticou, dizendo que blog era coisa de adolescente.
A web está cheia de adolescentes de meia-idade.
Ainda bem.
Não vou ter um Flogão.
Ou 800 amigos no Orkut.
Mas talvez faça um concurso público.
Ou vire pastor.
Ninguém é tão idealista assim.
Nem eu.

3 comentários:

  1. E que ser pastor tem com isso???

    hehehe

    Abraços joviais e simpáticos

    ResponderExcluir
  2. Uma mudança radical de postura e de suas convições, isso sim seria uma prova cabal de instabilidade...
    =>emocional;
    =>questionável;
    =>contraditória;
    sem os quesitos necessários para "a salada perfeita", tão almejada.

    uma observação muito importante a ser considerada: PASTOR NÃO!

    srsrsrsr

    é bom "não saber de nada".

    hehehehehehehehe

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante, mesmo que seja nada, ele pode ser tudo.