O Pé

O Pé
Tudo que pisamos, nos apoia.

1 de mai de 2010

EQUILÍBRIO OPOSTO

Comemorando 3 anos de BLOG, resolvi resgatar alguns textos.
"Fiquei pensando depois da tempestade cerebral que mais eu poderia expor das minhas visceras cerebrais...
Mais NADA.
Ou TUDO já foi mostrado?
Fiquei pensando em algumas palavras que ouvi, tais como domínio próprio, tempo certo e outras. Nada conclusivo. Baixei uns shows do Sting e depois de tantos anos escutando suas muzks, percebi como ele faz uns refrões q grudam na mente, e você sem perceber começa a cantar junto. Quando ele saiu do The Police, uma das primeiras muzks solo de sua carreira e que grudaram no meu cérebro foi If You Love Somebody Set Them Free. Aquilo ecoa na minha mente até hoje. No show que baixei, em Los Angeles 1999, ele canta a famigerada. Eu nunca, até agora, tinha entendido muito bem, ou melhor nada desta frase. Como amar alguém e deixá-la livre?
O amor sufoca pelo jeito.
Logo, quem muito ama tem que dar muita liberdade.
Putz.
Que coisa antagônica.
O Sting talvez consiga passar em suas letras as maiores angústias relacionais da humanidade. Let Your Soul Be Your Guide, seria fantástico, mas normalmente deixamos nos guiar pelas opiniões quase sempre frustrantes de outrem.
Mas como descobrir o equilíbrio nas nossas pobres relações humanas?
Domínio próprio, auto-ajuda, descoberta de si mesmo...
Uma coisa pude perceber que o equilíbrio entre a razão e a emoção está sempre fora de nós.
Seria como colocar numa balança por exemplo de um lado a agressividade e de outro a calma, a doçura, a mansidão. Eu não consigo carregar os dois lados dentro de mim. Aliás, ninguém consegue. Todos precisamos do contraponto para equilibrar as nossas relações e sentimentos. Eu não vou deixar de ser agressivo, mas preciso de alguém que possa domesticar a fera bestial com mansidão, carinho compreensão. Do outro lado da mesma forma. O equilíbrio está em encontrar alguém que possa pesar o bastante na sua vida para mudá-la.
A natureza tem resposta para tudo. Não é por acaso que os opostos se atraem e os iguais se repelem.
Logo, é natural o lobo com a ovelhinha.
OS BRUTOS TAMBÉM AMAM.
Da sua maneira
Eles também se guiam por suas almas e se amam alguém, sabem deixá-la livre."

Publicado Originalmente em 24/07/2007

Um comentário:

  1. Cara... só posso dizer uma coisa depois de seu relato: É hora do Aprisco da ovelhinha perdida!!! haha...
    O Negócio e cair matando pra cima da ovelha (não é isso q os lobos fazem?). Vai a luta, deixa os outros falarem mal... é só isso q eles poderão fazer mesmo.....
    abs.

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante, mesmo que seja nada, ele pode ser tudo.