O Pé

O Pé
Tudo que pisamos, nos apoia.

29 de abr de 2010

DÉJÀ VU

Comemorando 3 anos de BLOG, resolvi resgatar alguns textos. Este foi o primeiro.

"Comecei o ano de 2007 pensando o que poderia fazer de novo este ano.....
Bem, como todo mundo......não podia perder a oportunidade de participar do desespero coletivo que todos passam ao olhar para o ano que passou e notar que mais um ano chegou e nada mudou.....
Ou mudou-se tudo para que tudo permanecesse igual....
Estamos já em março, governo novo (?), ministros novos (?), idéias novas, antigos ideais....déjà vu....
Nota:Déjà vu é uma expressão da lingua francesa significando literalmente "já visto", no sentido figurado de que a nada de novo apareceu ou surgiu com a ação ou objeto da expressão.
É uma expressão também muito utilizada pela crítica artística, seja ela literária, cinematográfica, teatral ou musical, no sentido de que o objeto da crítica não trouxe nada de novo, nenhuma originalidade ao mundo artístico.(tirado Wikipedia....será que está certo?)
Semana passada, fui com umas amigas ver Déjà Vu - The Movie com Denzel Washington.....
Que viagem.....não vou contar o filme, muito menos o final (porém, fiquei com a sensação da já ter visto aquele final, senão o que adiantaria o título do filme!) e ao ver cenas tão exuberantes e iconoclásticas me senti compelido a voltar para o passado e olhar o futuro.....ou voltar para o futuro e olhar o passado.......enrolou?
Algo assim......
Voltando ao inicio do ano, constatei q em 2006 as metas que não estabeleci alcancei-as. Para 2007 nada mudará: metas não estabelecidas, metas alcançadas. Serão todas elas atingidas de forma satisfatória, com resultados acima do esperado.....e eu esperava algo diferente?
Sim.
Alcançar as metas que desesperadamente estabeleci como todos os seres humanos na virada do ano, no início de 2007......
Casar, de novo, ganhar dinheiro, trabalhar apenas 25 horas semanais, dormir 8 horas por dia, andar de bicicleta sem a sombra dos ônibus e kombis na minha nuca, etc.
Casar....ela não quer nem namorar comigo....
Ganhar dinheiro......nem dá para pagar as contas, pensões, comida dos Pitbulls.....alguém vai deixar de almoçar e jantar.....estou achando que sou eu.....
Agora estou trabalhando umas 55 horas semanais....
Dormir!?!?!.....isto é um luxo que não estou desfrutando.....ando cochilando umas 4 horas por noite....
Quanto as kombis e ônibus, pelo menos resolvi um problema: estou andando na contra-mão......nada no meu encalço...........
2007 será igual a 2006......
Como disseram no final dos anos 60, Crosby, Stills Nash and Young: We have all been here before......olha o revival.....
Déjà vu...."

Publicado originalmente em 23/03/2007

9 comentários:

  1. não acredito.
    vc fez mesmo um blog.

    paiii são 40 ANOS NA CARA!

    ResponderExcluir
  2. Cara, lembrei de um trecho de um livro que, ainda estou lendo, e o transcrevo aqui :

    "Ao crescer ñ mudamos simplesmente de tamanho e de importância, mas nos aventuramos em novos territórios e incluímos mais gente em nossas vidas-para sevirmos mais, amarmos mais. Nossa cultura é cheia de mudanças, pobre em crescimento. Novos assuntos, padrões, desenvolvimentos, oportunidades, são anunciados a todo instante numa ânsia de se perder o fôlego. Mas, em vez de se tornarem componentes de um amplo e sábio crescimento, simplesmente vão se substituindo. O anterior é descartado e o seguinte ocupa o seu lugar - até ser ultrapassado por uma novidade e ser posto p/ trás pela moda do momento. Homens e mulheres atraídos constantemente pelo que é novidade não crescem. O modo de Deus agir é o do crescimento, não da simples mudança. A imagem básica é a de um organismo. Nada dfo nosso passado é jogado fora, tudo compõe uma vida de crescimento, sendo por ela assimilado. E nada - nenhuma "moral", nenhum "princípio" - é acrescentado vindo de fora. Aos 37 anos, Davi era mais do que tinha sido aos 17 - louvando mais a Deus, sendo conselheiro mais sensato, oferecendo mais profundo amor. Mais em sua humanidade recebida de Deus p/ glorificar o criador. UM PASSO MAIS LARGO, UM ABRAÇO MAIS AMPLO. "

    Livro : Transpondo Muralhas, de Eugene H. Peterson, Ed. Habacuc.

    Acho que é por ai..
    Usemos, então, nossas experiências mais recentes, por exemplo as de 2006, para um ano, novo, mais experiente. " Um passo mais largo, um abraço mais amplo. "

    abs
    Fred ou " Pó "

    ResponderExcluir
  3. Adorei as metas não estabelecidas e alcançadas, falou tudo, ou, nada! ahuahua Bjo! Claudia

    ResponderExcluir
  4. Gostei do seu escrito...muito inspirador...metas que não são realizadas...porém conquistas que surpreendem...meio contraditorio..mas interessante...
    Difcil escrever sobre...
    Mas adorei...

    ResponderExcluir
  5. Inspirador... vc escreve bem... grande kareka... que Deus te abençoe...
    Don Thiago!

    ResponderExcluir
  6. "...O que escreves é a extenção daquilo que és..."

    Luiz, nú e cru!

    ResponderExcluir
  7. Adorei!
    Sem comentarios maiores. texto perfeito!
    =D

    ResponderExcluir
  8. Gostei do texto e do conteúdo. Parabéns! :o)

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante, mesmo que seja nada, ele pode ser tudo.